CTeSP – Reabilitação e Conservação de Edifícios

CódigoT276
DepartamentoEngenharia Civil
DiplomaDiploma de Técnico Superior Profissional
Duração2 Anos
RegimeDiurno
Coordenador de CursoJosé Avelino Loureiro Moreira Padrão
Secretariado do CursoSala de Docentes 3
Telefone: +351 232 480 586
Email: dcivil@estgv.ipv.pt

 

CTeSP

Edital de Candidatura – Ano letivo 2018/2019

 

Apresentação do Curso

A dinamização do setor da Reabilitação e da Conservação do património edificado deve ser acompanhada de uma alteração e requalificação do tecido produtivo, devendo as empresas do setor aproveitar a oportunidade que agora surge com a criação de Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) para efetuarem a necessária especialização dos seus quadros. A estrutura curricular deste curso contribui para uma maior qualificação dos profissionais do setor da Construção Civil, possibilitando a aquisição de competências profissionais na área da Reabilitação, nomeadamente: identificar e diagnosticar, de forma autónoma ou sob orientação, patologias em edifícios existentes, propondo soluções de correção; compreender e identificar os materiais e sistemas construtivos existentes; interpretar projetos e realizar medições e orçamentos, de forma a planear e a acompanhar obras de reabilitação e conservação, assegurando a qualidade dos materiais e da execução dos processos produtivos.

Este curso inclui estágio de 6 meses em contexto de trabalho.

Entidades RCE banner2

 

Saídas Profissionais

O Técnico Superior Profissional em Reabilitação e Conservação de Edifícios está habilitado a atuar profissionalmente em vários domínios: coordenar e supervisionar o trabalho da(s) equipa(s) de fiscalização, de coordenação e de execução de obras de conservação e restauro; efetuar levantamentos, inspeções e diagnósticos com vista à elaboração e execução de projetos de obras de reabilitação.
Estes diplomados estão habilitados a desempenhar funções em empresas do setor da conservação e restauro, em empresas de gestão do património, em direções regionais de cultura, em empresas municipais, em empresas de construção civil ligadas a obras de intervenção no património e noutros organismos públicos.

 

Plano curricular

1º ANO  
1º Semestre
Unidades CurricularesHoras de contactoECTS
Cálculo525
Desenho de Construção (*)525.5
Edificações (*)58.55
Instalações Técnicas525
Materiais e Processos Construtivos Tradicionais (*)525
Tecnologias de Informação e Programação (*)45.54.5
1º ANO  
2º Semestre
Unidades Curriculares
Horas de contacto
ECTS
Desenho Assistido por Computador (*)
65
5
Durabilidade e Patologias (*)
52
5
Elementos de Geotecnia e Fundações (*)
52
5
Higiene e Segurança na Construção e Gestão de Resíduos
52
5
Novos Materiais de Construção (*)
52
5
Planeamento e Gestão de Obras I (*)
52
5
2º ANO  
1º Semestre
Unidades Curriculares
Horas de contacto
ECTS
Inspeção Técnica e Diagnóstico
58.5
5
Planeamento e Gestão de Obras II (*)
52
5
Qualidade e Sustentabilidade na Construção (*)
52
5
Reabilitação e Conservação Não Estrutural
52
5
Reabilitação e Reforço Estrutural
58.5
5
Reabilitação Energética
52
5
2º ANO  
2º Semestre
Unidades Curriculares
Horas de contacto
ECTS
Estágio
600
30

(*) Unidades Curriculares com equivalência na Licenciatura em Engenharia Civil da ESTGV.

 

Condições de Admissão

  1. Podem candidatar-se ao acesso de um Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) da ESTGV:
    a) Os titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
    b) Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos realizadas, para o curso em causa, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março.
  2. Podem ainda candidatar-se ao acesso aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais os estudantes que, tendo obtido aprovação em todas as disciplinas dos 10.º e 11.º anos de um curso de ensino secundário, ou de habilitação legalmente equivalente, e não tendo concluído o curso de ensino secundário, sejam considerados aptos através de prova de avaliação de capacidade a realizar pela instituição de ensino superior.
  3. Podem igualmente candidatar-se ao acesso aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais os titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional.

 

Candidatura

A candidatura é feita pelos interessados, através de um dos seguintes meios:

 

Documentação geral

Regulamento das Condições de Ingresso e das Provas de Avaliação de Capacidade – consultar a secção dos Regulamentos dos Serviços Académicos.
Anexo I – Estrutura e referencias da prova (para candidatos que não reúnam as Condições de Ingresso)
Impresso de Candidatura

Documentos necessário para instrução do processo:

  • Fotocópia do documento de identificação civil
  • Fotocópia do documento de identificação fiscal
  • Procuração, quando representado por procurador

Conforme a situação do candidato:

  • Certidão de aprovação num curso do ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente, com a respetiva classificação final e classificação de cada uma das disciplinas aprovadas;
  • Diploma de Especialização Tecnológica, com a respetiva classificação final e classificação de cada uma das disciplinas aprovadas;
  • Diploma de Técnico Superior Profissional, com a respetiva classificação final e classificação de cada uma das disciplinas aprovadas;
  • Diploma/certificado de habilitações que comprove a titularidade de um curso de ensino superior, com a respetiva classificação final e classificação de cada uma das disciplinas aprovadas.
  • Documentação relativa à realização das provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos para o curso em causa, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março, nomeadamente, que as discrimine e esclareça o seu conteúdo, bem como a respetiva classificação.
EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish